Proposta Pedagógica

Sendo uma instituição que se caracteriza pela educação no seu sentido amplo: acadêmico, cultural, humano, lúdico e interpessoal, a Divina Providência demanda de uma proposta pedagógica que leve o aluno a responsabilidade, percepção do próprio poder de transformação, ao autoconhecimento, compreensão da realidade, respeito à diversidade e a se identificar como ser social e histórico.

A Divina Providência, na sua prática, que abrange todas as áreas do conhecimento, apoia-se nos pilares da educação: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a ser, aprender a aprender, premissas para o desenvolvimento de toda uma gama de habilidades e competências que fará do aluno um ser capaz de exercitar no cotidiano o convívio coletivo, o espírito crítico e a resolução de problemas. Tanto as áreas de linguagens, códigos e suas tecnologias, como as áreas de ciências da natureza e matemática e ciências humanas, são meios de exercitar o pensar, mobilizar para o trabalho em grupo, para a formação do leitor e escritor, para o estímulo ao espírito científico e a pesquisa e meios de levar o aluno a reflexão e a reconstrução de valores e atitudes.

É função do educador da Divina Providência proporcionar ao aluno situações em que através de tarefas, desafios e ações diversificadas (esportivas, acadêmicas, culturais, recreativas), desenvolva sua autonomia e mantenha elevada sua autoestima além de ao longo do processo perceber seus talentos e dirigir sua formação para a busca de sua realização pessoal. Com vistas ao alcance dos objetivos e metas a que a Divina Providência se propõe, é um imperativo que toda a equipe escolar, principalmente a docente, num processo contínuo de sua formação, trabalhe por uma aprendizagem significativa, dentro do agir ético e moral.